Como é feita a cirurgia refrativa a laser?

Correção a laser para miopia, astigmatismo e hipermetropia

A Cirurgia Refrativa a laser é uma técnica cirúrgica para a correção do grau dos olhos, em relação a problemas refrativos como miopia (com ou sem astigmatismo), hipermetropia (com ou sem astigmatismo), astigmatismo e presbiopia.

É recomendado para as pessoas que não querem mais utilizar os óculos regularmente e funciona até mesmo para os graus mais altos.
Além disso, é extremamente segura e a chance de riscos é mínima em pacientes que passam por todos os exames preliminares, mas é importante seguir as recomendações médicas antes e depois do procedimento.

A cirurgia é realizada com laser e dura, aproximadamente, vinte minutos, de forma indolor graças à anestesia tópica em forma de colírio. As contraindicações são, basicamente, relacionadas a doenças oculares identificadas antes da cirurgia.

Podem realizar essa cirurgia pacientes maiores de vinte e um anos e que tenham seu grau estável. O médico também deve avaliar a pressão do olho, retina, formato e espessura da córnea.

É normal sentir um pequeno desconforto após a cirurgia, sensação de olho seco e sensibilidade a luz, mas o uso de colírios reduz esses sintomas que costumam durar poucas horas.

Existem hoje, duas técnicas, PRK e LASIK, no PRK a aplicação do laser é na superfície. Já no LASIK é confeccionado um flap que pode ser realizado através do Microcerátomo (Lâmina) ou Fentosecond Laser. Cada técnica tem a sua vantagem e a desvantagem, e a indicação de cada uma depende dos exames prévios. Uma melhora da visão já pode ser notada após a cirurgia e, dentro de algumas semanas, segue progredindo até se estabilizar definitivamente. As atividades rotineiras podem ser retomadas em até três dias.

Se você quer deixar de usar óculos entre em contato com o Dr. Edson Iramina e agende a sua consulta, para fazer uma avaliação e solucionar todas as dúvidas.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *