Cirurgia refrativa

A chamada cirurgia refrativa é uma das mais conhecidas – e buscadas – cirurgias para correção de problemas visuais. Ela recebe esse nome porque corrige erros refrativos que alteram a formação da imagem na Retina. Entre essas condições refrativas mais conhecidas estão a Miopia, a Hipermetropia, o Astigmatismo e a Presbiopia.

A cirurgia refrativa é um procedimento relativamente simples e completamente seguro. Ela utiliza um equipamento chamado Excimer Laser. Esse equipamento projeta um feixe de laser concentrado e controlado, que remodela a superfície da córnea.

A córnea, como se sabe, funciona como uma lente e a luz que passa por ela, transforma-se em imagem que é formada na retina e as informações são transportadas até o cérebro através do nervo ótico. Ao corrigir a curvatura corneana, o erro refrativo é corrigido, e a pessoa volta a enxergar com nitidez.

A cirurgia refrativa é contra-indicada para alguns públicos, que inclui menores de 21 anos, gestantes e pessoas que possuem doenças oculares e sistêmicas. Dependendo do grau e problema refrativo do paciente, o Laser pode ser usado de maneiras diferentes, ou seja; o laser molda a córnea de acordo com cada erro refracional.

Os principais tipos de cirurgias:

  • LASIK(Laser Assisted In Situ Keratomileusis):

No LASIK cria-se primeiramente uma aba na camada do epitélio e estroma superficial da córnea. Após ser aberto, o laser é aplicado na sua camada mais interna, para então reposicionar a aba e encerrar o procedimento.

  • LASIK + Femtosecond Laser:
    É mais seguro e preciso do que o método Lasik com Microcerátomo(confecção do flapcom lâmina), pois utiliza o laser de femtosegundo para a criação do flap corneano.
  • PRK(CeratectomiaFotorrefrativa):

É realizada uma raspagem para retirar o chamado epitélio da córnea (camada mais externa do tecido corneano), após isso, o laser é aplicado, e uma lente de contato terapêutica é colocada na região para proteger a cicatrização e promover o alívio de possíveis desconfortos pós-operatórios.

  • SMILE
    A cirurgia chamada SMILE é realizada retirando-se uma lentícula da camada intermediária da córnea. Essa lentícula é confeccionada através do laser de femtosegundo. Existem algumas restrições para essa cirurgia, não são todas as pessoas que podem fazer.

A cirurgia é rápida, prática e realizada apenas com anestésico local. Por isso, ela também é completamente indolor. Os efeitos do procedimento podem ser percebidos já logo após a cirurgia, mas os resultados finais são observados entre duas a três semanas.

A recuperação é bastante simples, e complicações são raríssimas – de fato, quase irrelevantes. Porém, é muito importante seguir todas as orientações do seu oftalmologista, para garantir que o processo seja o mais tranquilo e seguro possível.

Quer saber mais sobre cirurgia refrativa? Entre em contato com o Dr. Edson Iramina e agende sua consulta.


Posted in Sem categoria


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *