Conheça os tipos de catarata

De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia, aproximadamente 1,2 milhão de brasileiros são cegos, sendo que muitos deles tem como causa problemas que poderiam ser identificados previamente, como a catarata, maior causadora de cegueira no mundo.

Visão enevoada, mudanças frequentes no grau dos óculos, falta de nitidez nas imagens e incapacidade de enxergar com pouca luz são alguns dos principais sintomas de uma doença muito comum em pessoas acima de 60 anos: a catarata.

Trata-se de uma condição em que há uma opacificação da “lente” que fica atrás da íris do olho, chamada cristalino. A evolução é lenta e, geralmente, atinge um olho antes do outro. Essa opacidade é a causa do comprometimento da visão.

Apesar de se falar abertamente em catarata, no geral, ela pode se dividir em três categorias: congênita, em que o bebê já nasce com a doença ou passa a apresentar nos primeiros meses de vida; adquirida, que está relacionada ao envelhecimento e outras doenças; e espacial, que se refere à região do cristalino afetada.

  • Catarata congênita
    Esse tipo também é conhecido como catarata infantil. Aparece logo após o nascimento da criança ou pode se desenvolver durante os primeiros seis meses, podendo atingir apenas um dos olhos, catarata congênita unilateral, ou os dois ao mesmo tempo, catarata congênita bilateral.
    Sua causa, muitas vezes, está ligada a infecções que ocorreram durante os primeiros meses de gestação e é a principal causa de cegueira infantil, com incidência de 0,4% ou de 1 caso a cada 250 nascimentos.
  • Catarata adquirida
    Por estar relacionada ao envelhecimento e a outras doenças, ela possui subdivisões:
  • Catarata senil
    Ou catarata da idade, desenvolve-se após os 60 anos de idade, com lenta progressão e, em geral, nos dois olhos. Idosos que apresentam diabetes podem ter evolução mais rápida da doença e até se tornar mais grave, com a necessidade de cirurgia mais precoce.
  • Catarata diabética
    Aparece por conta da diabetes e se desenvolve mais rapidamente se comparada a todos os outros tipos de catarata.
  • Catarata causada por medicamentos
    Desenvolve-se devido a ingestão prolongada ou uso de colírios corticóides.
  • Catarata traumática
    É provocada por traumatismos de contusão ou de perfuração. Geralmente, afeta somente o olho que foi atingido pelo trauma, independentemente da idade.
  • Catarata espacial
    Está relacionada à região do cristalino, por isso também apresenta subdivisões:
  • Catarata subcapsular
    Catarata subcapsular posterior: é a turvação da parte posterior do cristalino.
    Catarata subcapsular anterior: é a turvação da parte anterior do cristalino.
  • Catarata nuclear
    A catarata nuclear se caracteriza pela turvação do núcleo do cristalino. Assim como a senil, esta é mais frequente em pessoas idosas, potenciando o aumento da densidade do cristalino, o que pode causar miopia.
  • Catarata cortical
    A catarata cortical é mais comum em pessoas com diabetes, sendo muito similar à nuclear, por causar a opacificação do córtex do cristalino.
    Se você acha que está com catarata, procure um oftalmologista para tirar as suas dúvidas e cuidar da saúde ocular. Agende uma consulta com o Dr. Edson Iramina.

Posted in Catarata


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *